Notícias

Varejo Data Driven: gerenciamento de dados como sinônimo de avanço

21 de julho de 2021

Seguimos nossa toada do mês de julho, analisando movimentações e tendências que dominam as discussões do varejo nesse momento de retomada das lojas físicas e de avanço ininterrupto do comércio online.  

Para aqueles que adoram visualizar o mercado com um olhar mais técnico, científico, uma onda que vem da tecnologia da informação, mergulha na comunicação empresarial e deságua no varejo tem ganhado força e forma: a cultura Data Driven.  

Surgindo como uma espécie de extensão da ciência de dados, focada em transformar “informações (data) em conhecimento”, o Data Driven utiliza-se da inteligência artificial para coletar e analisar dados, aumentando a eficiência, assertividade e competitividade de uma empresa ou segmento, por exemplo.  Gerenciamento de dados, robusto e dinâmico, que, para o varejo, já é sinônimo de avanço.

Na prática

De antemão, pensar em “Data Driven” no cotidiano de sua loja, pode parecer até algo incoerente ou desproporcional, mas fique ciente que NÃO É. Tecnologias como a “Big Data” e “Business Intelligence”, capazes de coletar, armazenar, processar e interpretar dados brutos baseadas em automação, já estão sendo utilizadas por empreendimentos de todos os portes no país.

Um investimento mais do que importante e com retornos estratégicos, como explica Rafael Vargas, líder de negócios para Varejo na Softtek Brasil.

“O investimento em soluções tecnológicas tem se mostrado mais do que uma tendência no setor varejista, mas uma necessidade. O Data Driven permite traçar um perfil minucioso do consumidor, adequando assim as ofertas e experiências mais convenientes para cada um, otimizando processos e potencializando as vendas”, defende Vargas.

Com essa tecnologia é possível identificar traços de perfil, linguagem, comportamento, expectativas e plataformas preferidas de seus consumidores, gerando relatórios que direcionem a atuação da loja.

As “estratégias data driven”, por serem todas verossimilhadas pelos dados e por um sistema inteligente, permitem aos colaboradores que tenham ainda mais segurança em suas decisões e argumentos, cientes de quais são os pontos primordiais a serem abordados em cada situação. É a agilidade capaz de pôr a sua loja à frente das demais.

Mais e Melhor

Vende-se mais quando se é melhor ou se é melhor quando vende-se mais? O Varejo Data Driven sugere que “mais e melhor” andam juntos ao passo em que sua loja oferece, primeiramente e precisamente, o que o consumidor precisa, mesmo que talvez ele ainda não o saiba, acolha-o falando “o seu idioma”, mesmo que talvez ele não compre, e esteja pronta a escutá-lo, mesmo que o feedback dele não seja o esperado.

Oferecer o melhor, personalizado, estrategicamente planejado através de dados concretos, é certeza de avançar de forma segura em direção ao mais: clientes fidelizados, vendas, recalls, shares, budgets e crescimento. Além de muito mais facilidade para calcular o seu ROI – Retorno Sobre Investimento.

Claro que, para implantar o sistema Data Driven no seu empreendimento, é preciso uma verdadeira transformação organizacional, de gestores a colaboradores, com foco no empirismo dos dados. Todos devem ser capacitados para extraírem o máximo de informações concretas das ferramentas e também terem conhecimento do que de principal fazer com estes insights. Novamente, é o mais e o melhor andando juntos em um novo tempo no qual tecnologia, varejo e avanço são sinônimos.

Notícias relacionadas

Banco de Talentos

Em um mercado cada vez mais competitivo, recrutadores têm buscado alternativas para encontrar profissionais qualificados e compatíveis com as necessidades da empresa. Saiba mais sobre o Banco de Talentos da ALSR.

ver mais